ISOLDA

Manifesto Upcycled

 

Não somos uma marca sustentável. Mas estamos trabalhando diariamente para nos tornarmos a melhor versão de nós mesmas. Estamos fazendo escolhas mais responsáveis e reconhecemos o nosso lugar de influência. Uma marca de moda tem respeito e influência sob seu público consumidor, e porque não usar essa posição de poder para gerar impactos positivos e chamar atenção às causas sociais e climáticas que estamos enfrentando e teremos cada dia mais que enfrentar, inovar e criar soluções. Não há Planeta B. Através do Upcycling, estamos comprometidas a fazer escolhas responsáveis. Enxergamos isso como nosso dever.

Fomos muito quietas sobre isso até agora, e demoramos para conseguir compartilhar a nossa visão sobre esse assunto por medo fazer greenwashing. Você sabe o que é ‘greenwashing’ ? É exatamente o que não desejamos fazer de jeito nenhum. Queremos ser honestas e transparentes com vocês. Greenwashing ou Lavagem Verde é o termo usado para a irreal apropriação de virtudes ambientalistas por parte de organizações (empresas, governos, etc.) ou pessoas, mediante o uso de técnicas de marketing ou relações públicas enganosas. 

Queremos é nos reinventar e colaborar para uma moda mais justa para as pessoas e para o planeta. A moda é a 2a indústria mais poluente do mundo. Mais de 50% da pegada de gás carbônico é gerada na cadeia de suprimentos, ou seja logo na fase inicial de produção dos tecidos. Ao decidir trabalhar com o upcycling de tecidos que já temos em estoque oriundos de outras coleções, e ir contra o caminho tradicional de compra de suprimentos têxteis virgens estamos fazendo uma escolha mais responsável.

Estamos vivendo e aprendendo, pesquisando muito sobre moda e sustentabilidade. Temos um enorme desafio pela frente que é fazer uma nova moda cada vez mais sustentável. A crise climática é urgente e nós da Isolda queremos aprender como nos tornarmos a nossa melhor versão.

 

 

 

Manifesto UPCYCLED

1. Criar novas peças a partir do que já existe, através do upcycling de tecidos já existentes em estoque

 

2. Valorizar nosso acervo histórico de coleções passadas e evitar que tecidos acabem em aterros sanitários

 

3. Promover transparência em toda a cadeia, da fazenda, colheita dos ingredientes que tecem as nossas fibras naturais, ao closet

 

4. Trabalhar em ritmo próprio, sem a pressão de calendários de moda

 

5.Trabalhar apenas com deadstock e com real demanda

 

6. Criar uma moda justa com valorização de todos envolvidos, desde o artesão ao cliente final, com remuneração e tratamento justos. Repudiamos qualquer tipo de discriminação, racial, social, idade, gênero, etc.

 

7. Criação que respeita o meio ambiente e as pessoas envolvidas no trabalho

 

8. Promover o consumo consciente através de peças upcycled e da valorização das peças

 

9. Não descartar materiais, não desperdiçar, repensar outras formas de reutilizar, reciclar, refazer, economia circular

 

10. Moda e criação como ferramenta de empoderamento e transformação para vivermos num mundo melhor